Zeferino Boal
15/12/2018
Artigo de opinião

Antes de mais um agradecimento especial ao convite que nos foi feito para colaborar nesta “Tribuna Leonina” como sempre num “Espaço Aberto e Livre”, hoje dedicado a mais um dia de verdade. Desejamos um futuro promissor ao projeto de comunicação e forma de dialogar em temas prioritariamente sportinguistas e sem reservas de liberdade de opinião, da nossa parte tudo faremos para dignificar o esforço, empenho e devoção dos mentores do projeto. O Sporting hoje 15 Dezembro, tem uma Assembleia Geral inédita, pelo menos nas últimas décadas. Analisar recursos de processos disciplinares e respetivas sanções de que foram alvo ex-dirigentes e associados. Temos dificuldade em entender estes recursos por parte de quem durante anos co-participou numa gestão danosa dos interesses do universo sportinguista. Desde há anos fomos uma das poucas vozes, criticas, e como tal independentemente das razões parciais que possam ser invocadas por tais elementos da nossa parte as sanções e outras que venham a surgir estão bem aplicadas. Não tenhamos dúvidas sobre a aplicação da justiça! Se no passado e de forma mais simplista foram expulsos outros dirigentes, em especial um ex-presidente com quem tivemos divergências, e na ocasião fomos contra a decisão aplicada, por inúmeros motivos, em relação aos casos presentes não há contemplações, a não ser que os próprios consigam provar que foram vítimas de uma verdadeira “cabala”. É neste cenário que não se percebe o comportamento do atual presidente da Mesa da Assembleia Geral; mais uma vez procura promover a sua imagem e menos preocupado com a instituição Sporting Clube de Portugal. Estranhamos que venha a permitir transformar a Assembleia Geral em comício com intervenção de associados que estão suspensos, quando o que deveria acontecer à semelhança de outras instituições “os arguidos” fazerem-se representar e não poderiam intervir. Há infração aos Estatutos mais uma vez! Aliás, mais uma vez o Sporting tem nos seus cargos personagens que contribuíram e em muito para o atual “Estado da Nação Leonina” desde há duas décadas. Personagens que apoiaram projetos e o seu contrário, personagens que estiveram envolvidos de forma direta e indireta com a venda de património, personagens que defenderam no passado, um dirigente que praticou uma tentativa de corrupção de um árbitro e depois ao virar da esquina o processo foi esquecido. Na realidade esperemos e desejamos que este DIA 15 de Dezembro com atos nobres e outros menos recomendáveis que se comece a falar toda verdade e que venham daí as consequências que forem necessárias para “varrer o lixo”, porque acreditamos que também podemos ser pioneiros para arrumar o desporto em Portugal contribuindo para acabar “toupeiras”, “frutas com (a)pito ou não. A todos desejamos um Feliz e Santo Natal. E as maiores felicidades à Tribuna Leonina.

 

 

 

As opiniões escrita e publicadas, por via de artigos de opinião ou crónicas, no site Tribuna Leonina vinculam somente os seus autores. A Tribuna Leonina é um site plural e tem no seu grupo de colaboradores e amigos, pessoas com pensamentos e sensibilidades variadas.

Por ser plural e democrática, são publicados os artigos que os autores nos fazem chegar e que, reiteramos, naturalmente, apenas os vinculam individualmente. 

A Tribuna Leonina

Close Menu