Pedro Cavaco
01/02/2019
A ausência de rede wi-fi em Alvalade e a necessidade de substituir a App actual

Aquando da campanha eleitoral lancei uma ideia que me pareceu adequada ao que se entende por um estádio moderno em tempos também eles modernos e virados para as (novas) tecnologias.

E essa ideia,  que não é peregrina, consubstanciava o seguinte: protocolar com o nosso patrocinador a existência de uma rede wi-fi em todo o estádio.

Mais. Lancei a ideia de uma nova App com informações estatísticas e outras pertinentes, no decorrer do jogo. Esta também não é peregrina.

Mas em rigor, das duas, não temos nenhuma.

É um castigo (mas um castigo…) aceder a um ponto de rede no estádio. Não se justifica. E mais não se justifica quando em causa estão contratos de milhões com a operadora.

Os sócios e adeptos do Sporting, que compram Gbx ou bilhete avulso, merecem um serviço de qualidade dentro do estádio.

No anterior artigo escrevi sobre medidas (urgentes) de criação de uma linha low-cost nas nossas Lojas Verde.

Hoje escrevo sobre comunicações.

Há necessidade de inovar. A App pode (e deve) ser paga. A actual está obsoleta, que me desculpem. Chega…

Uma App moderna deve ter informação em cima da hora, estatísticas, imagens, entre muitas outras valências. Consulte-se, por exemplo, como se faz na NBA. É outro mundo.

E em relação ao wi-fi… é algo inacreditável. Pergunto-me como não foi acautelado este serviço. Bem, vamos sempre a tempo… assim alguém pegue o tema.

Percebam, eu hoje em dia, mal entro num restaurante, por exemplo, peço imediatamente a senha do wi-fi. Estamos em 2019! É ridiculo gastar dados móveis num estádio que se pretende moderno e patrocinado por uma operadora… dá para sentir isto?

Em ambas as vertentes anunciadas, há muito a fazer. Isto se quisermos que o nosso Sporting, também neste campo, seja um clube tão moderno como os maiores da Europa.

 

 

 

As opiniões escrita e publicadas, por via de artigos de opinião ou crónicas, no site Tribuna Leonina vinculam somente os seus autores. A Tribuna Leonina é um site plural e tem no seu grupo de colaboradores e amigos, pessoas com pensamentos e sensibilidades variadas.

Por ser plural e democrática, são publicados os artigos que os autores nos fazem chegar e que, reiteramos, naturalmente, apenas os vinculam individualmente. 

A Tribuna Leonina

Close Menu