Fernando Nunes, antigo capitão e dirigente leonino, conhecido no andebol por “Fanã”

Fernando Nunes

Descrição da entrevista....

Fernando Nunes, mais conhecido nos meios andebolísticos por “Fanã”, começou a jogar no Seixal Futebol Clube, aos 11 anos, por influência de um primo que já era jogador.

O Vitória de Setúbal não ficou indiferente ao seu talento e criatividade e, aos 17 anos, Fanã transferiu-se para o clube sadino, onde viria a estrear-se na equipa de seniores.

De realçar os feitos conseguidos nas camadas jovens, tendo feito parte da Selecção Nacional que foi Campeão Europeia de Cadetes e da que ganhou uma medalha de bronze no Campeonato do Mundo de Juniores, na Argentina.

Aos 21 anos, e tendo que abdicar dos estudos, transitou para o Ginásio do Sul.

Tornou-se famoso pelos movimentos acrobáticos e belas execuções na ponta direita.

Chegou ao Sporting Clube de Portugal na temporada 2000/01, ajudando o Clube a conquistar o Campeonato Nacional e a Taça de Portugal logo na época de estreia. Neste período ao serviço do Clube, conquistou ainda mais uma Supertaça de Portugal (2001/02) e duas Taças de Portugal (2002/03) e 2003/04).

Em 2004/05 voltou ao Ginásio do Sul para, nas duas épocas seguintes, representar o Arrate de Espanha. Em 2007, regressou ao Sporting.

A 29 de Maio de 2010 foi um dos heróis que conquistou a Taça Challenge, na primeira competição europeia ganha por uma equipa portuguesa nesta modalidade, tornando-se também no único jogador presente nos três maiores feitos internacionais do Andebol Português.

Fernando Nunes fez a sua despedida dos pavilhões no jogo da Final da Taça de Portugal, a 27 de Junho de 2010, que ditou uma derrota por 27-24 frente ao Xico Andebol. Permaneceu, no entanto, ligado ao Sporting no cargo de Director Desportivo do Andebol.

Num total de 7 épocas ao serviço da equipa principal do Sporting, conquistou uma Taça Challenge, um Campeonato Nacional, 3 Taças de Portugal e uma Supertaça.

Esta é a apresentação que o WikiSporting faz de Fanã.

Bom dia Fanã. Que é feito de si?

Bom dia Pedro. Há algum tempo que me encontro por Paris a viver por motivos familiares! Estou como responsável comercial de uma empresa francesa que desenvolveu um software pare futebol e no que diz respeito ao andebol, estou a treinar uma equipa de seniores feminina ao mesmo tempo que faço parte da comissão técnica do clube.

Olhando para esta breve apresentação, qual o momento mais bonito vivido de leão ao peito?

Bem , felizmente e graças a Deus tive muitos bons momentos em todos os clubes e seleções que representei mas na verdade foi de Leão ao peito que vivi um momento sem duvida fantástico que foi o titulo de campeão nacional de 2000/2001 , era a minha primeira época no Sporting Clube de Portugal, o clube perseguia o titulo há demasiado tempo e fazê-lo na mítica Nave de Alvalade ainda melhor !!!

Não jogou no pavilhão João Rocha. Como acha que os jogadores vivem os dias de jogo quando o Sporting joga em casa?

Essa foi durante muito tempo uma pecha para o Sporting Clube de Portugal, um clube eclético como foi, é e será sempre o Sporting Clube de Portugal não merecia estar tanto tempo sem casa própria. Não tenho dúvida que todos os atletas, mas também os associados e simpatizante sentem uma enorme alegria de jogar e ver jogar no Pavilhão João Rocha! Penso que é do conhecimento geral que o Sporting Clube de Portugal tem uma massa associativa muito presente nas modalidades e se já o faziam sem casa própria agora então muito mais podem ajudar como se tem visto no tempo de vida do Pavilhão João Rocha.

Foi jogador e dirigente do Sporting. Qual a função mais difícil e porquê?

Ambas tem a sua complexidade , quando se faz as coisas com paixão e amor ao clube tentamos sempre dar o melhor em todas as situações … o mais difícil na verdade não sei mas foi enquanto jogador desfrutei mais de leão ao peito… quem foi ou é atleta percebe bem o que digo… não há prazer como o de jogar !!!

O Sporting é um clube fácil ou difícil?

Acima de tudo o Sporting Clube de Portugal é um clube único (que me perdoem os outros), conheci muita gente entre treinadores e jogadores que nacional ou internacionalmente passaram por diversos clubes e todos eles diziam que o Sporting Clube de Portugal era fantástico em todos os aspetos….difícil ou fácil depende da postura das pessoas ….mas fácil ou difícil será sempre o Sporting Clube de Portugal, isso é o mais importante de tudo

Representar o Sporting tem um peso tremendo, verdade? Quanto pesa aquela camisola?

Sem dúvida, ao vestir a camisola do Sporting Clube de Portugal carregamos aos ombros todos aqueles que amam e defendem o clube, é isso que qualquer atleta deve ter em mente a partir do momento em que veste aquela camisola fantástica.

Tem alguma história engraçada que possa partilhar com os leitores da Tribuna Leonina?

Como deves imaginar em 10 anos de Sporting Clube de Portugal existem sempre história engraçadas, posso te contar uma por exemplo no ano em que ganhamos a primeira Challenge Cup para o clube, estive presente meses antes na entrega dos emblemas de sócio e entreguei um emblema a um associado que naquele momento me disse:

“vamos chegar à final e seja onde for la estarei”. A verdade é que no jantar no hotel antes da primeira mão da final, senti uma mão no ombro e lá estava ele “conforme prometido aqui estou”; espero que ele não fique chateado de o identificar, mas foi o Hugo Malcato que sem dúvida é um grande sportinguista!

Muitos sportinguistas lembram o Fanã ainda hoje, sinal do prestígio que tem junto do Clube e dos sócios e adeptos. Como vive o Sporting? Estando no estrangeiro, como segue o Clube?

Claro que sigo!!! Impossível não o fazer … tento passar aos meus amigos e atletas aqui em França a imagem do Sporting Clube de Portugal, imagem essa que te posso dizer está muito bem vista por estas bandas.

Quando está nostálgico… em que pensa?

Há uma coisa na vida que me ajuda muito nos momentos de nostalgia, que é a música…a música faz me lembrar dos bons momentos da minha vida e dou por mim por vezes a lembrar coisas devido à música que estou a ouvir!

Como internacional, qual o momento mais marcante?

Em 1992, Campeonato da Europa de Sub-18 …chegámos à Suíça para fazer boa figura e saímos de lá campeões da Europa contra todas as potências da altura….

Esteve atento às eleições. O Sporting revelou-se um clube extraordinariamente grande. Está confiante?

O Sporting Clube de Portugal é enorme independentemente das pessoas que estiveram ou estão nas direções, isso é uma realidade!  Conheço pessoas de todas as listas candidatas e todas essas pessoas que conheço bem, tem/tinham muitas valias para estar nos órgãos sociais do Sporting Clube de Portugal!

Confiante? Sempre!

Na sua opinião, o que falta ao Sporting para ser um dos maiores clubes da Europa como desejou José Alvalade? É tudo uma questão de dinheiro?

Se falarmos no futebol, talvez…, mas se formos só pelo dinheiro o clube deixará de ser dos sócios e passará a ser de investidores e como todos nós sabemos o foco passa a ser somente o futebol/negocio coisa que não se enquadra num clube com a historia como é o Sporting Clube de Portugal no que diz respeito a modalidades.

Imagine que era Presidente do Sporting. O que faria de diferente, o que mudaria, para concretizar o desejo de José Alvalade?

Uff….pergunta difícil !!!! Se tivesse uma varinha magica tudo seria mais fácil 😉

Tenho ideias como todos nós temos, mas para concretizar esse sonho é preciso que todos os sportinguistas estejam juntos e a remar para o mesmo lado …nos bons e maus momentos senão torna se mais complicado.

Que opinião tem da equipa desta época?

Eu como costumo dizer de futebol percebo pouco! No entanto com as saídas de alguns jogadores preponderantes nas últimas épocas e com reforços que mesmo com qualidade precisam de tempo para se enquadrarem na equipa assim como a própria equipa técnica penso que será um ano de mudanças.

Gostava de regressar ao Sporting?

Para mim será sempre um prazer regressar e representar o Sporting Clube de   Portugal!

Não acredito que ninguém que tenha passado pelo Sporting Clube de Portugal não gostasse de regressar, mas dependia de muitas coisas, incluindo a minha vida familiar que neste momento não passa por Portugal!

Qual o treinador que mais o marcou?

Felizmente tive muitos bons treinadores, mas existiu um que me marcou mais dado ao facto de ter apostado em mim numa altura em poucas equipas apostavam nos jovens tendo com isso ajudado no crescimento como atleta e também como homem que foi o Mister Manuel Manita no Vitoria de Setúbal.

E o jogador?

Tal como treinadores tive também colegas de grande nível, peço desculpa, mas não quero nomear nenhum porque alguns iriam ficar tristes comigo 😊 … o mais importante é que fiquei amigo de 99% deles.

Por fim, o dirigente?

Epá, teria de se ingrato para alguns, desde o Seixal FC ao Sporting Clube de Portugal tive imensos, desde aqueles que abdicavam da família e com o seu carro e o seu combustível nos levavam aos jogos aos profissionais …por isso posso dizer que foram TODOS

Quer deixar uma palavra aos sportinguistas?

Que continuem a amar o clube como tem feito e acima de tudo “puxando a brasa à minha sardinha” que continuem a apoiar as modalidades pois neste momento a nível mundial são elas a bandeira do Clube.

 

 

 

 

 

Close Menu